domingo, setembro 03, 2006

Houve o brilho

.
A tarde desprende agora o seu acre. Houve o brilho, mas já se esfumou entre as nuvens cinzas. Sinto-lhe a falta. A tarde nubla-se e, se o consentir, o meu olhar também.
.

0 Comentários:

Enviar um comentário