segunda-feira, abril 03, 2006

Sinopses & Leituras: "Singularidades de uma rapariga loira"



"Singularidades de uma rapariga loira" de Eça de Queirós

Conto de Eça, dos mais lidos ao que julgo, que narra o falhanço amoroso do sr. Macário, velho sexagenário, que dá largas a uma confidência sentida numa estalagem do Minho. A dada altura diz: "É a paz que dando os vagares da imaginação - causa as impaciências do desejo."

Macário rememora a sua antiga paixão juvenil pela jovem Luísa Vilaça - a loira singular a que alude o título -, e ainda os esforços e sacrifícios que terá suportado para granjear uma posição mais favorável que lhe permitisse desposá-la. Estando já de data marcada para o casamento, Macário descobria atónito, na ourivesaria, uma faceta singular de sua noiva Luísa que até então lhe era desconhecida - o seu pendor para o roubo, a sua pulsão cleptomaníaca - o que, fazendo eco junto de um estranho episódio que já anteriormente intrigara Macário, acabou por ditar a ruptura do noivado.

P.S. Leiam que vale a pena!

1 Comentários:


Blogger PG disse...

Já li o conto e acho que quem roubou o pacote de lenços da India, a peça de ouro e o anel foi a Luísa. Tenho pena que depois de tanta luta, o amor deles não tenha sobrevivido, acho que foi apenas um mal entendido... ELA DEVIA TER DITO A VERDADE DESDE O INICIO....

07/12/08, 16:54  

Enviar um comentário