terça-feira, junho 20, 2006

Esperas erodidas





(Alexander Lowry "Sea Foam", Waddell Beach, California, 1973)


Ouve à distância o que o mar,
na cadência de milénios furtados ao tempo,
não te cessa de murmurar:

o silêncio de esperas erodidas

nas pedras lambidas pela espuma fria.

31/3/2005

3 Comentários:


Blogger Maria P. disse...

Ouve o mar, até o seu silêncio é uma melodia linda.

Boa noite e beijinho.

20/06/06, 21:18  

Blogger Cláudio disse...

Obrigado pelas tuas palavras, Maria.

Adoro o mar e às vezes dá-me para armar-me em poeta e glosar os temas de que gosto. O que é que se há-de fazer, não é...

21/06/06, 20:48  

Anonymous papoil@ disse...

Mas não se canse de o fazer...porque o faz muito bem.

21/06/06, 23:08  

Enviar um comentário