domingo, junho 25, 2006

Sushi



Ontem redimi-me de mais um pecadilho. Fui finalmente e pela primeira vez à Sushi, uma discoteca em Leiria. Sendo eu da região e contando já 27 aninhos, este é apenas mais um caso encerrado a juntar ao mais ou menos longo historial de anacronismos e a guardar no arquivo: Nunca é tarde para uma primeira vez”.

Algumas entradas no tal processo:

- Highlights: as bailarinas, Black Eyed Peas (não sou um grande fã deste género de música, mas os temas "Pump it" e "My Humps" funcionam muito bem em ambiente de discoteca), o “Hung Up” da Madonna (de que inexplicavelmente não me canso); caras jovens e bonitas, que ao reparar nelas acentuam em mim (entre outros sentimentos) a sensação de estar irremediavelmente envelhecido.

- Nota negativa: o tema da Nelly Furtado que me "furou" os tímpanos aquando do Euro 2004.

- Hot spots (locais quentes): a ala dos namorados (não confundir com o grupo musical), uma espécie de corredor onde o pessoal se dedica afincadamente ao marmelanço.

2 Comentários:


Anonymous papoil@ disse...

Quando li "Sushi", pensei:- Olha, gosta de comida japonesa.
Afinal é nome de discoteca...
Mas pelos vistos não foi uma experiência agradável...
- Highlights: descobriu que está a ficar envelhecido..(e só com 27 aninhos ???...)
- Nota negativa: era pior se fosse o Zé Cabra...
- Hot spots: se calhar foi do seu olhar "envelhecido"...
(desta vez exagerei)

26/06/06, 22:00  

Blogger Cláudio disse...

Pois é pena que ninguém do marketing se tenha lembrado de oferecer um sushizinho ao pessoal.

Quer dizer... não sei se é pena ou não, porque nunca provei sushi... o que se calhar é mais um pequeno pecadilho a juntar à lista.

Papoil@ é claro que não exagerou e mesmo que exagerasse teria todo o direito a fazê-lo... pois aqui não há censura e todo o tipo de opiniões e críticas, qualquer acha para a fogueira, qualquer estímulo ao debate serão bem-vindas...

Eu até gosto de exageros, alguns dos meus posts são exemplo disso: focos pontuais de certos exageros insanos, etc.

Sem dúvida que o Zé Cabra seria pior, mas felizmente que as discotecas têm uma reputação e uma clientela a preservar e portanto não se atreveriam a colocar esse tipo de cacofonia.

Quanto ao envelhecido... Se calhar tenho andado a olhar para um espelho que me devolve uma imagem deformada... Quem sabe se é isso? Também posso acrescentar (talvez não devesse) que esse tipo de espelhos habita na maior parte das vezes no nosso próprio modo de olhar para as coisas...

Ah, e quanto à experiência pode dizer-se que foi agradável...

27/06/06, 13:04  

Enviar um comentário