sexta-feira, julho 28, 2006

Morrissey - The World Is Full Of Crashing Bores (Live)

.
.

.
.
The World Is Full Of Crashing Bores
(live)
.
You must be wondering how
The boy next door turned out
Have a care, but don't stare
Because he's still there
Lamenting policewomen policemen silly women taxmen - uniformed whores
They who wish to hurt you, work within the law
This world is full, oh oh, so full of crashing bores
And I must be one, 'cos no one ever turns to me to say:
Take me in your arms, take me in your arms, and love me
You must be wondering how
The boy next door turned out
Have a care, and say a prayer
Because he's still there
Lamenting policewomen policemen silly women taxmen - uniformed whores.
They who wish to screw you, work within the law
This world is full, oh oh, so full of crashing bores
And I must be one, cos no one ever turns to me to say:
Take me in your arms, take me in your arms
And love me, and love me
What really lies, beneath the constraints of my head
Could it be the sea, with fate mooning back at me
No it's just more lock jawed pop stars
Thicker than pig shit, nothing to convey
They're so scared to show intelligence
It might smear their lovely career
This world, I am afraid, is designed for crashing bores
I am not one, I am not one
You don't understand, you don't understand,
And yet you can take me in your arms and love me, love me and love me (...)
.
* do álbum You Are the Quarry (2004).
.

5 Comentários:


Blogger Maria P. disse...

Apetecia-me uma dança.

Que bom gosto:)

28/07/06, 19:37  

Blogger Fábio disse...

Sim, que bom gosto. Morrisey, Smiths, melancolia Rock.

28/07/06, 21:04  

Anonymous angi disse...

"They're so scared to show intelligence
It might smear their lovely career"

and aren't we? ( ;) )

28/07/06, 22:10  

Blogger Cláudio disse...

O que posso dizer? Gosto da música, da letra...

Quanto a dançar... a mim é que não me apanhas, Maria... ;)

Melancolia Rock... boa escolha de palavras, Fábio.

Angi, acontece mais vezes do que uma pessoa pode supor. Não falo por mim, que ainda não tenho uma carreira a zelar, mas pelo que às vezes ouço dizer... É um dos males das hierarquias no trabalho. O medo de opinar frontalmente, o medo de destoar com qualquer proposta ou iniciativa mais arrojada. Infelizmente, pensar pela própria cabeçinha representa ainda um risco em certos meios.

Obrigado a todos. Se reconheçem que tive bom gosto nesta escolha, então é certo que vocês partilham desse mesmo bom gosto. Gostamos das mesmas coisas. :)

28/07/06, 22:40  

Anonymous angi disse...

esquece o "carrer"... em geral, acontece. em quase tudo. o afraid to spoil , a imagem que ha de nós, ou mm para nós proprios, só o usar a inteligencia para nos abanar aquilo que tinhamos como certo. Mas isto é outra conversa, n è? mto gosto eu de comentar... ;)

28/07/06, 23:21  

Enviar um comentário