quarta-feira, agosto 23, 2006

Desejo eclipsado


(Eclipsed Moon)


.

Quando a noite desce e nos empresta
os seus lúdicos bálsamos
e nos convida a inconfessáveis entregas,
pressente-se o peso opressivo
que nas horas solitárias
persegue o silêncio dos quartos exíguos;
inundam-se os lençóis imaculados
com os suspiros que se emitem
na ausência do corpo amado.

Como dói ser engolido na vacuidade
dos anseios sem resposta,
das partilhas sem remetente,
das marés vazantes de um desejo que mingua
ao eclipse de uma lua cheia.


.

7/7/2004

7 Comentários:


Blogger Menina Rabisco disse...

Lindo! Adorei!!!
:)

23/08/06, 10:01  

Blogger Maria P. disse...

BBBBelo.

Beijinho de Maio.

23/08/06, 21:40  

Blogger ana disse...

Brutalmente bonito!!

Beijinho.

24/08/06, 23:23  

Blogger ana disse...

Um aparte (não sei se já sabes…): Final Fantasy em Leiria dia 14 de Outubro, fixe, hein?

25/08/06, 23:32  

Anonymous Anagwen disse...

Horas solitárias em lugares vazios...
Que tristeza tão profunda transparece dos teus reflexos de lua cheia...
(Belíssimo!)

26/08/06, 03:57  

Blogger Cláudio disse...

Menina Rabisco e Maria P. queridas leitoras, obrigado pelas vossas palavras. Fico sempre um pouco sem jeito e com pouca margem de manobra para comentar... Beijinhos.

Ana: Por acaso a minha mana, que está sempre muito atenta a estas coisas dos concertos, já mo tinha dito. Mas obrigado à mesma pela dica. :) Que achaste do "He poos clouds" ?

Anagwen: dizes bem, reflexos de lua cheia, reflexos... porque o "objecto" do desejo nunca se deixa apreender na sua totalidade... Belo comentário o teu. Obrigado. Aparece sempre.

28/08/06, 00:32  

Blogger ana disse...

Gosto muito do "He Poos Clouds", a sonoridade clássica das canções encanta-me...
Li que foi um dos melhores concertos do Sudoeste, é mesmo a não perder para quem possa ir ver.

Beijinho.

30/08/06, 00:22  

Enviar um comentário