sexta-feira, setembro 15, 2006

Flying away from the cage

.

(daqui)
.
" (...) são as pessoas que têm mais medo de tudo que ao mesmo tempo poderiam fazer as coisas mais arriscadas (...) É o medo que dá a coragem de arriscar. Arriscar tudo pode ser preferível a ficar-se sozinho com o medo."
.
in "Os Cavalos de Tarquínia" de Marguerite Duras.
.

5 Comentários:


Blogger António Rosa disse...

Sem querer incomodar, é só para informar que no meu blogue "Postais da Novalis" já lá tenho os meus destaques semanais - e este blogue foi um dos 5 escolhidos.

Com um abraço,

António

16/09/06, 01:03  

Blogger Cláudio disse...

António Rosa, o seu gesto deixou-me muito sensibilizado. Muito obrigado por ter encontrado aqui alguns motivos de destaque. Rumo de imediato para o seu blog para lho ir agradecer de novo. Abraço.

16/09/06, 02:22  

Blogger angi disse...

é sempre bom para as pessoas medrosas que se lhes abra um pouco os olhos. Quando não se tem, por vezes tem-se medo de ter (ainda ando c a clarice lispector). De arriscar. De mudar simplesmente. Não sei, o que escreves põe-me sempre a divagar tanto que normalmente tenho a atitude inteligente de nem comentar nada... Tenho vontade de ler esse livro. Tenho gostado tanto das citações. Um beijo, querido

16/09/06, 02:42  

Blogger BIGMAC disse...

Poderia decerto fazer um melhor comentário se revelasses o estado de espirito que te levou a fazer essa transcrição, aqui fica uma dica, isto se tiveres medo de expôr as razões, arrisca.

Como não li o livro, não sei qual o contexto em que a frase está escrita, mas está certa aplicando-se a muito poucos casos, talvez te tenhas identificado com isso, acho que já aconteceu a ti e muitos. Mas normalmente a reacção ao medo nunca é a melhor escolha por ser emotiva e pouco racional, daí resultar em "coisas arriscadas". O acto de arriscar está mais ligado à ambição e procura do prazer e só nas necessidades básicas tem o medo a comandar. Se conheçes a pirâmide de Maslow irás verificar que em cada degrau o risco diminui.

Fora do contexto escrevo.

Cumprimentos,

17/09/06, 11:42  

Blogger redonda disse...

Achei muito interessante a citação porque eu normalmente não sou nada corajosa...
Um beijinho

17/09/06, 23:15  

Enviar um comentário