quinta-feira, agosto 09, 2007

Não receies as palavras...

..
Lorelei canta e desvia o olhar ao marinheiro.
Ainda que náufrago, as mãos não se arredarão do leme,
nem que rochas magnéticas a embarcação despreguem inteira.

Aceita os desvios à rota traçada por correntes imprevistas.
Sê fiel às confidências fixadas no livro de bordo,
nem te movas de remorsos por elas.

Com as mãos no leme flutua ainda o náufrago -
coisa que nem os búzios previram.
Tentado que estás (se te salvares) a rasgar essas páginas,
exorta-te o mar, que te tem à sua mercê:

Não receies as palavras,
ou sequer a tua voz inscrita...
.

1 Comentários:


Blogger Tchivinguiro: onde nasci. disse...

E tantas vezes se fala e se diz... ainda que calados...

Beijinho

31/08/07, 00:00  

Enviar um comentário