domingo, janeiro 27, 2008

Raising Victor Vargas

.
.
Férias iniciáticas em película. Um filme em ponto de fuga às regras do género. Para quem achar útil, aqui seguem algumas dicas do adolescente Vargas: bambolear as pernas participando com as ancas em cada passo e, sobretudo, lamber ostensivamente os lábios ao cruzar-se e meter conversa com raparigas (ao desviarem os olhos dos nossos, olham-nos para os lábios, assegura o jovem Vargas).
.

7 Comentários:


Blogger Cláudio disse...

Eu sei. Para um "regresso" destes, mais valia estar quieto. Mas olha, que se lixe.

27/01/08, 17:47  

Blogger papel químico disse...

volta, estás perdoado! cuidado com o cieiro. : )

27/01/08, 18:40  

Blogger Paula disse...

Por muito obtuso que isto possa parecer, ainda bem que aqui vim para ter esta boa surpresa... não te esfumes por favor...

27/01/08, 18:49  

Blogger Cláudio disse...

Papelita, ainda bem que me avisas. De facto era verão quando o jovem Vargas se saiu com esta dica inestimável. Mas em pleno inverno, para os imprudentes, o efeito poderia facilmente esboroar-se. Tens razão :)

Paula, podia era ter-me saído com matéria mais interessante para te receber melhor aqui neste espaço... As ideias esfumam-se, mas ainda acalento esperanças de agarrar alguma... Até já ;)

27/01/08, 19:59  

Blogger luís disse...

Matéria mais interessante que o Verão de Victor Vargas existe, certamente, mas não é assim tanta. É um filme muito bom, e muito ignorado também. Já o vi há uns anos e nunca me esqueci da dica dos lábios. Na altura teria uns 16 anos, pelo que se justifica, mais ou menos.

27/01/08, 20:09  

Blogger Cláudio disse...

Sim, acho que aos 16 ainda é desculpável :) Depois crescemos e percebemos que as dicas são todas inúteis e sem sentido.

28/01/08, 00:49  

Blogger pin gente disse...

parece-me uma boa táctica!

28/01/08, 11:56  

Enviar um comentário