quarta-feira, agosto 29, 2007

Gnothi se auton

.
Nem sempre dando por isso, os dias testam-nos de diversas maneiras. Todos os dias numa secreta peregrinação a Delfos. Desapossados de fé, tomamos desvios, atalhos, sabendo que o caminho mais curto é o trilho da perdição. Somos geómetras da tangente a Delfos, ao templo de Apolo, onde nos fulminaria o inextricável alcance destas palavras.
.

1 Comentários:


Blogger Tchivinguiro: onde nasci. disse...

Por isso é que não há caminho para o caminhante. Parafraseando António Machado «O caminho faz-se ao andar».

Belíssimo e excelente blog.

Beijinho

30/08/07, 23:54  

Enviar um comentário