quinta-feira, agosto 16, 2007

Poiesis [2]

.
Knud Odde, Rainer Maria Rilke (1997)

.
Rilke, o visionário enfermo, o aristocrata amaneirado e simbolista do final de século, o flâneur de Paris, que do aprendizado com Rodin passou a escultor de poemas atento aos objectos. Volvido um quarto de século, consumou os preparos modernistas em Duíno.
.

1 Comentários:


Blogger luís disse...

Nunca li Rilke. Tenho que ler. Quem desconhecia era este artista, Knud Odde, e já visite o site. É muito bom, na tradição De Schiele ou Kokoschka. Só por isto já teria valido a pena a visita.

15/01/08, 07:20  

Enviar um comentário