terça-feira, maio 05, 2009

O censor vigilante

.
O lápis azul não se desgruda dos dedos.
Nunca estarei nestas linhas. Fiz-me
eternamente refém desta pessoa que assina.
.

9 Comentários:


Blogger Maria P. disse...

Por vezes o regresso, sem lápis azul...

Beijinho*

07/05/09, 22:35  

Blogger Cláudio disse...

O censor é mais forte que eu. Faz-me sentir cada vez mais manietado. Impede-me de escrever o que realmente quero escrever (se é que sei o que quero).

Eu não devia andar por estas bandas, mas a nostalgia fala mais alto do que a evidência de não ter nada para dizer.

Beijinho

08/05/09, 20:14  

Blogger Maria P. disse...

Tens sempre algo a dizer, acredita, e sabes dizer...

Beijinho*

08/05/09, 21:43  

Blogger * disse...

ler-te é-me sempre, sempre, inpirador. pratica, insiste... não precisas de muito, acredita. está tão em ti, és tão tu.

09/05/09, 04:39  

Blogger Nocturna disse...

Claúdio,
Quando não te apetecer escrever , não escrevas. Tens o direito à preguiça.
Qualquer outra razão é válida para não escreveres.
Mas ... Não deixes NUNCA o censor (que existe dentro de todos nós) te impeça de escreveres o que te apetece.
Tu estás em tua casa .
Censores nunca mais.E muito menos censor de ti próprio.Não conseguirás ser feliz.E nós estamos na terra para nunca desistir de ser felizes.
Um grande e fraternal abraço
Nocturna

11/05/09, 00:11  

Blogger menina limão disse...

Compreendo-te tão bem.

(...)

11/05/09, 23:11  

Blogger Cláudio disse...

Caramba, esperei uns dias a ver se vos respondia como deve ser, mas só me sai isto: obrigado pelas vossas palavras. Animaram-me. Beijinhos a todas (uma sorte destas não é todos os dias) ;)

13/05/09, 01:04  

Blogger BAR DO BARDO disse...

ainda bem que assinaste com lápis... é sem valor legal, suponho.

19/05/09, 23:27  

Blogger pin gente disse...

vigilante, sim... mas sem censura.
o azul liberta.
fica escrito (e aqui bastante bem) no céu.

abraço
gostei de aqui voltar

20/05/09, 23:25  

Enviar um comentário